Fechar Assine ja

Revista

ENTREVISTA
 

Uma mulher de família

Agatha Rangel é uma dessas mulheres com quem qualquer homem sonharia. Loirinha, bonita, simpática e educada, foi criada em um lar harmonioso e, além de tudo, é uma verdadeira máquina de fazer sexo!

por Vicente Montanha

Com todos esses pré-requisitos, deve chover pretendente na horta da atriz – mas a bela gaúcha não quer saber de nenhum deles: está casada, já é mãe e muito feliz.

Quando soube da gravidez, Agatha atendeu aos pedidos do maridão e parou de fazer filmes. Triste? Nem um pouco. A loira está em uma boa fase, e se sente bem por ser mãe.

Nas linhas abaixo, o leitor vai conhecer um pouco mais a intimidade dessa estrela do pornô. Ao contrário do que se possa pensar a princípio, Agatha é uma mulher de família: tem três irmãos e todos os meses visita os pais em Porto Alegre. “Se não, entro em depressão”.

Para os fãs que se entristeceram com a notícia de que a loira não trabalha mais com pornô, Agatha não deixa claro se nunca mais voltará. Ela acredita ser difícil conciliar ser mãe e a carreira, mas ama ser atriz pornô e, para nós, ela sempre será uma diva do prazer.

Sexsites Hard: Para começar, uma pergunta básica: como você começou na profissão de atriz pornô?
Agatha Rangel:
Comecei há quase seis anos, em setembro de 2003. Um produtor me convidou para fazer um filme, e nós gravamos em Santa Catarina.

SH: E dá pra sentir prazer trabalhando?
AR: As vezes que eu fiz com o Alex Ferraz [NR: Ferraz foi namorado de Agatha – veja a seguir]... Em todas elas, eu senti tesão. Nem reparava que a câmera estava ali, ao meu lado. Agora, quando eu fazia com os outros colegas, já era diferente...

SH: Você fez cenas lesbo. Gosta de transar com mulheres?
AR: Gosto, sim, mas prefiro os homens. Não transaria com uma mulher sozinha porque eu não sinto tesão, mas, se for com um homem junto, tudo bem, até rola.

SH: Em qual posição você sente mais prazer na transa?
AR:
Ah, eu gosto de ficar por cima.

SH: Você é uma mulher muito bonita... Que cuidados toma com o corpo?
AR:
Academia todo dia, duas horas de musculação – mas como de tudo, viu? Adoro comer. Como muito bem, por sinal. Adoro doces!

SH: Quando não está trabalhando, o que gosta de fazer?
AR:
Ah, eu gosto de viajar. A melhor viagem foi em 2005, quando eu fui para o Recife com o meu marido.

SH: Esse é um ponto interessante. Não deixa de chamar a atenção o fato de você ser casada. Como o maridão lida com isso?
AR:
Quando eu fazia filmes, ele era só meu namorado. Bom, ele pedia para parar de gravar e coisa e tal, e eu até tinha combinado com ele que, em dezembro de 2006, ficaria grávida e não iria mais fazer filmes – mas aí o filho veio antes, e ele ficou superfeliz.

SH: A família também pedia para você parar?
AR:
Olha, minha família sempre soube de tudo. Com 21 anos, vim de Porto Alegre para São Paulo por causa dos filmes. Nós somos muito unidos, nos falamos todos os dias, eu vou para o sul pelo menos uma vez por mês... Meu pai sempre me falou: ‘se é o que você quer, se você tá feliz com isso, ninguém tem nada que se meter’ – e ele nunca deixou ninguém falar nada, não... Nem amigo, nem ninguém. Todo mundo sabe o que eu faço, meu pai já cansou de ver revista minha, e nunca houve problema.

SH: Falando um pouco mais do trabalho, você se envolve durante as cenas?
AR:
Olha, eu já cheguei a namorar um ator, o Alex Ferraz. Ficamos juntos por seis meses.

SH: Mas você consegue separar a vida profissional da pessoal? Fazer uma cena com um ator por quem você sente até certo ponto uma repulsa, por exemplo?
AR:
Faço igual com qualquer um. Não tem problema nenhum. Eu sei que aquilo é um trabalho e consigo deixar tudo muito bem separado.

SH: E qual a coisa mais difícil que você já teve de fazer em cena?
AR:
Ah, a mais difícil foi no AmericAnal, quando o Alex fez xixi em mim – mas eu namorava com ele na época, então, não tive problemas. Agora, se fosse qualquer outro ator, eu não faria...

SH: E qual filme gostou mais de fazer, ou recomendaria aos leitores?
AR:
Esse mesmo, o AmericAnal [risos].

SH: E diz uma coisa, Agatha... Mesmo depois do nascimento do seu filho, você pretende continuar a trabalhar em filmes pornôs?
AR:
Acho que não. Olha, eu adoro fazer filmes. Sempre fiz porque realmente gostava e me sentia bem, mas, com o filho, dá para perder um dia inteiro na gravação. Tenho que amamentar... Fica difícil conciliar.

SH: Vamos fazer uma rodada de “rapidinhas”? Homem perfeito.
AR:
Uma pessoa carinhosa, amiga, companheira... Fisionomia não quer dizer nada.

SH: Para te conquistar
AR [pensativa]:
Me dar atenção. Sou muito mimada...

SH: Maior sonho.
AR:
Já realizei: ter um filho.

SH: Animal de estimação.
AR:
Uma cadelinha poodle, a Katie, que mora com a minha mãe em Porto Alegre.

SH: Parte do corpo.
AR:
Meus seios.

SH: Para finalizar, que recado você daria para os leitores que admiram seu trabalho?
AR:
Olha, quero agradecer a todos pelo carinho que têm por mim.

Filmografia parcial
Sexsites

  • Dupla Libido
  • Festa que Arromba
  • AmericAnal
  • Debutantes do Sexo
  • Festa do Bundalelê

Outras produtoras nacionais


  • Chama na Xana – Carnaval 2006
  • C... de Bêbada Não Tem Dono
  • Fúria Anal
  • Gênia Safada
  • Halloween
  • Três Amigas, Um Destino

No exterior


  • Bi-bi Brazil
  • Bi-sexual Healing
  • Brazilian Ass Whores D.P. Style

BUSCA RÁPIDA

Buscar Site:

Buscar Garota:

Buscar Categoria:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Julia Paes | Vivi Fernandez | Rita Cadillac | Fernandinha Fernandez | Yumi Saito | Gretchen | Bruna Ferraz | Monica Mattos | Marcia Imperator

Mapa do site

Contato

Copyright © 2014 - Sexsites - Termos legais.É proibida a reprodução do conteúdo deste website em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Sexsites. Requisitos minímos