FETICHE

À flor da pele

por Vicente Montanha

Acariciar o corpo de uma mulher é uma grande arte, ainda mais se for macio e gostoso – mas, para muitos, o principal não é nem a maciez da pele, mas algumas marcas que formam o fetiche que vamos abordar.


Tatuagens, sardas, marcas de biquíni e cicatrizes são, para muitos homens, adereços enlouquecedores na pele de uma mulher. É fácil encontrar tarados por elas, embora, é claro, o leitor de Sexsites saiba que fetiche é algo muito pessoal.

Zonas sensíveis

Edgar Carvalho*, 26 anos, publicitário de formação, mas que atualmente trabalha numa agência de viagens, afirmou para nossa reportagem que é tarado por uma cicatriz no corpo das garotas que costuma namorar. “Não é que eu goste de cicatrizes gigantes, marcas grandes no rosto de uma mulher. Gosto de descobrir coisas diferentes em uma gata. Me espanto quando transo com uma pela primeira vez e descubro uma cicatriz decorrente de alguma cirurgia, ou um machucado. Acho legal. Geralmente, as mulheres são bem sensíveis nesses locais, e eu adoro fazer carinho lá”, afirmou, meio envergonhado.

Edgar disse ainda que não costuma revelar o fetiche para suas companheiras. Acha que é uma “coisa estranha” e teme que seja mal-interpretado. Segundo ele, o medo é de ser encarado como louco por alguma mulher, ou que ela acredite que ele está tirando sarro da cara dela.

Pontinhos do prazer

Entretanto, não é só de cicatrizes que vivem os apaixonados por marquinhas na pele das gatas. Você mesmo já deve ter ficado vesgo olhando o decote de uma mulher com sardas, louco para contar cada pintinha dos seios ou do rosto de uma ruivinha, morena ou loira sardentinha.

De fato, muitos são os homens que adoram umas pintinhas, como também são muitas as mulheres que ganharam fama com marquinhas sensuais. A ex-modelo norte-americana Cindy Crawford é uma delas. Afinal, não há um macho que resista à pintinha que a gata ostenta em cima do lábio, no lado esquerdo da face.

Nós, porém, também temos uma forte representante tupiniquim no rol das sardentas apaixonantes: a atriz Mylla Christie – não por acaso, capa de uma importante revista masculina em 1997, quando arrebatou corações e uma grande vendagem, mostrando todas as pintinhas que existem em seu corpo sarado.

Na época, a revista lançou cartazes divulgando a edição com a seguinte chamada: “Conte cada pintinha desse corpo”. Claro que não houve um só homem que resistisse a esse delicioso prazer da matemática, sonhando poder ligar cada pontinho exibido nas páginas da publicação.

Desenhos do amor

Especula-se que a tatuagem tenha suas origens ligadas ao antigo Egito, quando tatuar consistia em inserir um pouco de tinta à base de vegetais logo abaixo da derme (camada localizada entre a epiderme e a hipoderme – esta última, porém, não sendo considerada pele), através de uma haste de osso, especialmente afiada na ponta. Em muitas aldeias indígenas, ela também é considerada um modo de distinguir os guerreiros mais bravos.

Na sociedade moderna, durante muito tempo, foi vista como uma propensão à criminalidade e à marginalidade – mas, para muitos homens, uma tatuagem é principalmente um importante atrativo sexual.

Thomas Bastos, 23 anos, estudante de cinema, tem quatro tatuagens: um dragão chinês no braço esquerdo, um ideograma japonês na costela e um cachorro e a bandeira do Brasil nas costas.

Diz ele, sem pudor algum, que adora uma mulher que tenha tatuagens, principalmente se forem grandes. “Gosto de tatuagens. Por isso, me envolvo com gatas que também as tenham. Geralmente, eu prefiro desenhos maiores. Não me apaixono pela tatuagem das mulheres, mas que isso ajuda a me apaixonar por elas, com certeza ajuda”, diz o estudante, esboçando um sorriso.

Como no caso das sardas, o orkut também tem diversas comunidades para os amantes de mulheres “pintadas”. A maior e mais ativa é a “Garotas Tatuadas”, com 20.627 participantes – na maioria, mulheres que querem exibir suas tattoos.

O “sol” que te bronzeia

Marquinha de biquíni é um fetiche comum entre os homens. Quando chega o verão, todos ficam atiçados com o efeito que o bronzeamento causa na pele das gatinhas.

Pode ser na lateral da barriga, provocado pela parte de baixo do biquíni, ou ainda nos seios, causado pela parte de cima – mas o fato é que boa parte dos machos enlouquece com elas, coisa que até o mercado já descobriu.

Nos últimos tempos, não é preciso esperar o clima ajudar para conquistar a tão desejada marquinha. Diversas mulheres não abrem mão do bronzeamento artificial para ficar como os homens gostam o ano todo. É por isso que em pleno inverno, você é capaz de babar ao se deparar com o bronzeado, ou melhor, com o “branquinho” de algumas gatinhas.

De toda forma, seja qual for a sua preferência quando o assunto é a pele de mulher, não se preocupe: fetiches são extremamente saudáveis, apimentam e fazem bem à vida sexual de qualquer um.

*O nome foi trocado para preservar a identidade do entrevistado


Fotos: Reprodução/Divulgação