NOTÍCIAS

As prostitutas mais velhas de Amsterdã

 

Reprodu&ccedi;ão

As trabalhadoras da profissão mais antiga do mundo estão ficando famosas, mas não pelo fato de serem as prostitutas mais antigas de Amsterdã, mas sim por estarem ficando famosas depois de sua memórias e de um documentário sobre suas vidas serem lançados.

O filme, “Meet the Fokkens” (Conheça as Fokkens), segue as gêmeas idênticas Louise e Martine Fokken, de 70 anos de idade, que compartilham os segredos da venda de sexo no famoso distrito da luz vermelha da cidade.

Martine ainda trabalha com a venda de sexo, pois, segundo ela, a aposentadoria do estado holandês não é suficiente para seu sustento. Já Louise teve de parar por sofrer de artrite.

Martine afirma que “os meninos são diferentes hoje, eles bebem muito, são gordos e não respeitam você. Eles deveriam andar de bicicleta como meninos holandeses, e não apenas beber o tempo todo”. Ela se especializou em bondage para homens mais velhos. Orientando-a sobre como querem que ela se vista, eles a pedem para usar uma série de chicotes ou sapatos de salto alto.

A história das irmãs agora se tornará global. A biografia delas ficou no topo da lista de best-sellers da Holanda e, agora, uma tradução em inglês está sendo impressa e deverá ser lançada ainda neste ano.

O documentário as ajudou a mudar atitudes e alguns dos abusos a que eram submetidas foram substituídos por respeito. E Martine completa:  “Isso é o que sabemos fazer. Se não estivéssemos na rua, o que faríamos? Esta é a nossa vida. Além disso ainda estamos nos divertindo”.

Reprodu&ccedi;ão

Publicado em 04/10/2012.  Fonte: Uol notícias.

Imagens: Divulgação – Meet the Fokkens/ Submarine Productions