PERFIL

Axel Braun, o salvador do pornô americano

 

por Valter José

O novo rei das paródias, Axel Braun, assistiu a seu primeiro pornô aos oito anos de idade e dirigiu a primeira cena desse gênero aos 14 anos, na garagem da avó, com uma vizinha. Para seguir a carreira do pai biológico, Lasse Braun, o pioneiro a filmar cenas pornôs em Super 8 mm e dirigir French Blue, um dos melhores filmes pornôs de todos os tempos, Axel se mudou para a Califórnia há vinte e dois anos e, mesmo com toda a sua bagagem de cultura cinematográfica, o ex-desenhista de histórias em quadrinhos passou algum tempo dirigindo material gonzo antes de se tornar o consagrado profissional que é atualmente.

BEM-SUCEDIDO
Hoje, ele é visto como o realizador que está levando a pornografia aos que não são pornógrafos. Esse público é composto basicamente por fãs dos filmes parodiados, como, por exemplo, um fã da franquia do Batman que tem a curiosidade de ver uma paródia pornô sobre o herói.

Braun também é considerado o diretor pornô mais culto dos Estados Unidos, graças aos estudos de História da Arte e ao cultivo dos grandes livros e dos grandes filmes antigos. “Dirigir e produzir exige cuidados e atenção aos detalhes, pois esse público não é o tipo de gente que assiste a pornô apenas para se masturbar. Ele está atento, muito atento”, afirma o garoto de ouro do pornô americano, que ganha Troféus AVN e recebe mais dinheiro de grandes produtoras, como a Vivid, para seus filmes.

O DIFERENCIAL
Axel faz questão de dirigir e também ser cameraman das cenas de sexo, bem diferente de Brad Armstrong, da Wicked Pictures, que deixa as cenas de sexo para os seus assistentes realizarem, encarregando-se apenas das cenas de diálogo e de efeitos especiais.

Esse diferencial de Braun o fez ser visto como uma espécie de salvador do pornô americano, sendo reverenciado por aqueles que ainda sentem as perdas de grandes diretores, como John Leslie e Henri Pachard – mas, apesar de não ser como esse dois, consegue, pelo menos, manter o interesse do público não acostumado com os filmes e vídeos pornôs. Honras a Axel!

 


Publicado em 06/03/2012. Imagens: Reprodução/© Glenn Frances