PERFIL

Jennifer Stone, a sósia de Jennifer Aniston

Casos de atriz pornô lembrar estrela de Hollywood não são novidade. Nos anos 90, a alemã Olinka se parecia demais com Marilyn Monroe, e, no começo do século 21, conhecemos a alemã Dru Berrymore, que adotou esse nome artístico por se parecer um pouco com a norte-americana Drew Barrymore, ex-estrela infantil dos filmes de Spielberg, atriz e produtora de sucesso.

por Valter José

No primeiro caso, Olinka parecia ser tão gostosa quanto Marilyn foi.

Já Drew Barrymore, infelizmente, é bem feinha e não deve ser tão gostosa quanto a maravilhosa Dru, ótima no sexo anal, gang bang e dupla penetração.

A semelhança envolve a também americana Jennifer Aniston e a tcheca Jennifer Stone.

Aniston faz o tipo “namoradinha da América” e atingiu o estrelato graças à série da Sony “Friends” e também por ser ex-mulher de Brad Pitt.

Acontece que a estrela de Hollywood não tem a menor sensualidade: aparece, para muitos, como aquela amiga de escola bonitinha, mas sem sal e sem aquela pimentinha que alimenta a imaginação erótica da rapaziada. Além disso, Jennifer Aniston tem uma beleza que apenas “dá pro gasto”.

Já a tcheca Jennifer Stone é explosivamente sensual, linda, uma das garotas mais festejadas do atual pornô europeu – o que envolve países como França, Espanha, Alemanha e Itália.

Diz ela que “Friends” começou a passar na República Tcheca apenas em 2002. Foi quando seus amigos começaram a chamá-la de “Jennifer Aniston”.

Stone não ligava muito, até o dia em que veio ao Brasil – para sua terceira cena de sexo explícito –, e as pessoas, já no avião, se aproximavam dela, maravilhadas e pedindo autógrafos.

A beldade gostou muito da atenção, embora hoje confesse que esse tipo de assédio a deixa um tanto constrangida. “Às vezes, eu acho que temos traços faciais semelhantes. Outras vezes, nem tanto – mas, no total, reconheço, sim, que temos muito em comum, no sentido físico”.

Jennifer StoneJennifer Aniston

NASCIMENTO E CRESCIMENTO

Pierre Woodman foi o grande descobridor de Jennifer Stone, na época em que ela ainda se chamava Racquel, tinha 18 anos e era uma modelo que tirava fotos eróticas de lingerie, mas recusava todas as ofertas para gravar cenas de sexo explícito.

O “problema” foi que ela caiu na “conversa fiada” de Woodman. Coisas do tipo: “você vai ganhar muito dinheiro”, “você vai viajar, conhecer pessoas e lugares lindos”, etc.

Lógico que o fato de a linda tcheca ter acabado de desmanchar com o namorado ajudou muito o produtor e diretor francês. Resultado: a maravilhosa Jennifer Stone começava a carreira pornô aos 21 anos.

Não tinha realmente muita experiência sexual. Afinal, só havia conhecido um homem: o namorado – e, com ele, praticava um sexo bem convencional.

Para o leitor ter uma ideia, o anal, a dupla penetração e o gozo facial, ela nem sabia que existiam. “Na minha primeira cena”, relembra Stone, “o cara me enfiou o dedo no cu. Adorei. Depois disso, estava preparada pra tudo que viesse”.

Depois das primeiras cenas, Jennifer Stone viu seu prestígio crescer: passou a ser procurada por outros grandes diretores e produtores franceses, como Hervé Bodilis, da Marc Dorcel, que a dirigiu em “Russian Institute 5” (“Escola Russa 5”).

Jennifer Stone, aliás, gosta muito desse estilo de filme, em que pode trabalhar com lindas lingeries e com belas locações ao fundo. “Sou uma menina realmente muito tímida – mas, quando ligam a câmera, perco a inibição. É como se eu tivesse uma desculpa para transar loucamente, e, além disso, estou feliz. Viajo muito e ganho muito dinheiro”, conclui a loira.

Jennifer Stone

Imagens: Reprodução © Hot Video | Publicado em 04/10/2011.