ENTREVISTA
 

Milly: sem limites para o sexo

Até hoje, você pensava que sabia o que era sexo explícito – mas Milly chegou para revolucionar todos os conceitos do pornô. Quer saber mais sobre essa gata hardcore?

por Vides Júnior

Competente, sensual e deliciosa, Milly simplesmente não tem limites para o sexo – e, como você verá no VCD que acompanha esta edição, explora todas as partes do corpo, de maneira às vezes difícil de acreditar. Nesta entrevista, você conhece um pouco mais da mulher por trás desse vulcão sexual. Confira!

SEXSITES: Milly, pessoalmente você é mesmo muito bonita. Podemos saber quantos anos você tem?

MILLY: Acabei de completar 24!

SEXSITES: Não acredito! Tão novinha... E como você começou a vida de atriz?

MILLY: Comecei com 18 anos, mas não foi em um filme comum. Foi em um site. O vídeo não tinha história. Era apenas sexo anal e oral.

SEXSITES: Nesse caso, como você migrou para os filmes tradicionais?

MILLY: Um diretor assistiu a minha performance no site e me convidou para participar de uma produção. Aceitei no ato.

SEXSITES: Você fala como se tivesse sido fácil...

MILLY: E foi mesmo. Eu já tinha desenvoltura pra coisa. Quando estreei, foi em alto estilo, e meu primeiro filme abriu as portas para um monte de outras produções.

SEXSITES: Mas você já pensou em abandonar o cinema pornô?

MILLY: Ainda não. Tenho ganhado bastante dinheiro. Consigo pagar minhas contas, comprar roupas e jóias, passear, freqüentar lugares bons. Talvez, em outra profissão, eu não tivesse acesso a tantas coisas como tenho hoje.

SEXSITES: E a família? Apóia essa decisão?

MILLY: Apoia, sim. Eles até assistem aos meus filmes! No começo, foi meio constrangedor, mas hoje a coisa é bem natural. Eles até pedem para eu autografar os filmes e dão de presente para os outros parentes.

SEXSITES: Então, dá pra dizer que há reconhecimento do seu trabalho... Mas existe fora da família também?

MILLY: Ah, existe, sim! Outro dia, eu estava na rua, e um rapaz me parou, perguntando: ‘Você é a Milly? Nossa, eu adoro o seu trabalho!’ [risos]. O legal foi que ele não me cantou, apenas elogiou. Eu me senti muito bem, e ele me fez prometer que continuaria atuando por muito tempo.

SEXSITES: E você tem idéia de quantos filmes já estreou?

MILLY: Acho que por volta de 50 filmes. Talvez mais, não me lembro.

SEXSITES: Faz programas também?

MILLY: Já fiz, mas isso foi no começo, quando eu precisava complementar a renda. Hoje, não preciso. O dinheiro que ganho com os filmes é suficiente pra me manter – e ainda sobra um pouquinho, que eu guardo para as emergências.

SEXSITES: Você mora sozinha? Como é sua vida particular?

MILLY: Eu moro sozinha, sim, e minha vida particular não é diferente da vida de ninguém. Eu gosto de curtir minha casa, gosto de dormir, de sair pra balada, de namorar...

SEXSITES: Ah, então você namora?

MILLY: Namoro! E sou apaixonada!

SEXSITES: O que ele pensa do seu trabalho?

MILLY: No começo, tinha muito ciúme – mas, como ele me conheceu em plena carreira, sabia que eu não a abandonaria. Com o tempo, ele acabou aceitando, e hoje nós assistimos aos meus filmes juntos. Ele até comenta as cenas de que gosta mais...

SEXSITES: E o sexo tem de ser forte ou carinhoso?

MILLY: Tem que ter um pouquinho de cada. Só fazer amor não basta. Às vezes, tem que ter uma pegada forte. Tem que misturar beijo, carinho, sacanagem e hardcore.

SEXSITES: Você tem algum fetiche?

MILLY: Você acreditaria se eu dissesse que não?

SEXSITES: Não [risos]. É difícil acreditar...

MILLY: Mas não tenho [risos]! Veja bem, quando você atua em tantos filmes pornôs, acaba perdendo as fantasias que tinha, porque a maioria delas, você realiza diante das câmeras. Mesmo assim, eu nunca fui de fantasiar demais. Sempre achei que o sexo fosse algo natural, que tem que rolar na hora, sem planejamentos.

SEXSITES: Então, que tal contar qual foi sua maior aventura sexual?

MILLY: Eu não diria que foi uma aventura, mas aconteceu no metrô...

SEXSITES: Hummm... E estava cheio?

MILLY: Não [risos]! O vagão estava quase vazio. O rapaz começou a olhar para mim, eu olhei de volta. Sentei ao lado dele, me esfreguei gostoso nele, depois tirei o pau pra fora e bati uma punheta pra ele...

SEXSITES: Uau, e você não considera isso uma aventura?!

MILLY [risos]: Ah, acho que foi mais uma travessura... Ele gozou rápido, eu botei de volta pra dentro, levantei e fui embora.

SEXSITES: Você estudou? Concluiu algum curso?

MILLY: Estudei até o colegial, mas agora estou pensando seriamente em fazer uma faculdade... Do quê? Não faço idéia!

SEXSITES: Qual o seu maior sonho?

MILLY: Acho que estou deixando os sonhos para mais tarde. Por enquanto, estou vivendo a vida. Tenho muito do que quero, mas nem tudo – mas acho que ainda dá tempo de correr atrás.

SEXSITES: Para finalizar, diz uma coisa pra gente: como é o homem ideal pra você?

MILLY: É aquele que te ouve, que fala com você, dá carinho, conselhos, amor, compreensão. Não precisa ser um príncipe, mas tem que ser bonito também...

SEXSITES: Quer deixar alguma mensagem para os internautas?

MILLY: Quero agradecer pelo carinho de todos, a começar pela equipe, que é superprofissional [NR: Milly já gravou vários filmes para nós], meus amigos de trabalho, mas principalmente quero agradecer aos fãs do cinema pornô. Sem eles, eu não seria quem sou hoje, nem daria esta entrevista. Um grande beijo!

Filmografia parcial

Sexsites Produções
  • Levando um Pé na Bunda
  • Clube para Mulheres 2
  • Clube para Mulheres
  • Hipertensão Sexual
  • Sexo, Crime e Traição
  • Taradas por DP 2
Outras produtoras
  • Antes, Durante e Depois 2
  • Fruto Proibido 5
  • Gonzo!
  • As Gostosas da Banda
  • Goze e Olhe para Mim
  • Mulher-Macho, Sim, Senhor!
  • Ninfetinhas versus Homens Dotados
  • Noite Ardente
  • Uma Nova Mulher